JOGADOR DE FUTEBOL NO BRASIL :

Amigos do Portal Judaico, hoje saí da mesmice com temas polêmicos, teorias  e sim, com algo hilário ao mesmo tempo preocupante com o baixo nível cultural dos nossos atletas e que simboliza a cultura no nosso país.

 

Depois que comecei a enxergar  os esportes como business, minha visão passou a ser diferente de quando eu era um simples torcedor. O jogo em si é importante, os lances, os gols, as belas jogadas, as placas de publicidade, as ações dentro e fora do campo, entre outras.

Mas nada me chama a atenção quando um jogador é entrevistado após a partida . Alguns jogadores por terem nascido em um berço raespeitável, conseguem transmitir suas idéias, impressões e comentários , os quais chegam de uma forma clara ao telespectador.

Agora na grande maioria dos casos, os atletas soltam palavras, ou frases prontas de acordo com interesse do patrocinador, do clube , da diretoria etc ou mesmo sem nenhum interesse, simplesmente por agredirem a língua portuguesa.

Mas nada é mais hilário para não dizer triste do que ver um atleta ao sair do jogo pronunciar pérolas que chegam a doer em nossos ouvidos. O que eu mais ouço , as lendárias palavras “MENAS”, “POBLEMAS” e por ai vai.  Erros pífios em conjugação de verbos, palavras inexistentes, vocabulários chulos  entre outros.

 

O atleta não é preparado de uma forma digna para encarar a câmera da TV, a emissora de rádio, nenhum veículo de comunicação e pode comprometer a imagem do clube.

Aí vocês vão falar do media training, ou seja uma preparação , um treinamento para encarar de frente esta situação. Mas como? Nos deparamos com atletas semi analfabetos que mal conseguem escrever o seu nome. Fica até pior a emenda do que o soneto. Já que vai falar para a imprensa , que fale naturalmente e seja o que Deus quiser.

Aliás, Deus, me parece o décimo segundo jogador em campo : Deus é fiel, Graças a Deus, Deus é pai, Deus no comando, Deus seja louvado, etc. Quero deixar aqui que acredito sim em Deus, me orgulho de ter esta força e  energia acima de nós, mas convenhamos: assim não né. Na minha religião temos um mandamento que não falamos o nome de Deus em vão. Será que os atletas sabem disso?

Isto que não falei neste post  o momento que o atleta vai dar entrevista sem a camisa do seu clube o que acima de tudo é falado aos mesmos por força do contrato com o patrocinador que  investe no clube. Isto também é para mim um verdadeiro descaso e muita burrice.hqdefsabia não

http://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2017/03/neymar.jpghttp://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2017/03/neymar-150x150.jpgMarcos FarberMARKETING ESPORTIVOJOGADOR DE FUTEBOL NO BRASIL : Amigos do Portal Judaico, hoje saí da mesmice com temas polêmicos, teorias  e sim, com algo hilário ao mesmo tempo preocupante com o baixo nível cultural dos nossos atletas e que simboliza a cultura no nosso país.   Depois que comecei a enxergar  os esportes como...Comunidade Judaica Paulistana