Sabe que dia é hoje? 1º de “Menachem Av”, o mês em que cujo  nono dia ( ”Tishá BeAv”- Nove de Av) ficou marcado com muitas tragédias ao longo da História Judaica, desde a era Bíblica até hoje.

Dizem Nossos Sábios no Tratado ”Guitin” que a causa da Destruição do Segundo Templo Sagrado e o profundo exílio que vivemos foi o ”Sin’át chinam” – o ódio gratuito.  O Rebe de Lubavitch ZTZK”L comenta que só através do ”Tikun” ( ”correção”) deste pecado cometido por nossos antepassados, pelo ”Ahavat Chinam” – O AMOR GRATUITO, entre um judeu e outro, o respeito, a verdadeira TZEDAKÁ, seja ela financeira ou não, de estar disposto á ajudar seu irmão em todas suas necessidades, não endurecer o coração diante do sofrimento do próximo, etc… é que daremos FIM ao exílio profundo que vivemos e que mereceremos a construção do Terceiro Templo Sagrado!!!

Mas o que tudo isto que falei sobre amor gratuito entre os judeus e Tzedaká tem a ver com Aharon Hacohen ZY”A ?

T-U-D-O!

Vamos ver como nosso primeiro ”Cohen Gadol” (Sumo Sacerdote) nos ensinou sobre tudo isso ao longo de seus 124 anos de vida, na prática!

AHARON BEN AMRAM, ZY”A, nasceu no ano 2365 da criação,  quando o Povo de Israel ainda sofria no Exílio do Egito, da Tribo de Levi. Ele casou-se com Elisheva, filha de Aminadav.

Ao comando do Eterno, Aharon acompanhou Moshe e serviu como seu porta-voz de Israel diante do Faraó, porque Moshe tinha um problema de fala.

Vemos na Torá que pelo altruísmo de Aharon, ele mereceu ser escolhido pelo Criador para ser seu ”Cohen”– Sacerdote, ele e seus quatro filhos: 
Avihu, Itamar, Elazar e Nadav, junto com seus descendentes seriam os Cohanim, que serviriam ao Criador no Templo Sagrado.

Citarei aqui alguns trechos sobre Aharon que constam na Torá Oral e nos livros sagrados:

” Moshe disse: até o momento em que fui chamado, meu irmão Aharon profetizou á Israel por 80 anos” ( Shemot Rabá 3,16)

Aharon Hacohen era um homem de paz, perseguia a paz.

” Ele amava a paz e a perseguiu, amava as pessoas e os arrastaram para a Torá.”(Avot 1:12).

”Quando duas pessoas brigavam, Aharon entrou,sentou-se com um deles e disse-lhe:’Meu filho, saiba que seu amigo disse: ‘Tenho vergonha, porque pequei contra ele.’

Aharon sentava-se com ele até que tivesse dissipado o mal-estar do seu coração. Então Aharon ir sentar-se com o outro e dizer a ele: “Sei que o seu amigo está dizendo: ‘Ai de para mim! Como posso levantar os olhos e olhar para o meu amigo? Estou envergonhado diante dele, porque eu pequei contra ele ‘.

Aharon sentava-se com ele até que tenha dissipado o mal-estar do seu coração. Quando os dois amigos mais tarde se encontravam, eles se abraçavam e se beijavam!” ( Midrash Shemot)

” Havia milhares de Israel que foram chamados pelo nome de Aharon, pois se não fosse por Aharon, aquela pessoa não teria vindo ao mundo. Aharon promovia a paz entre marido e mulher, para que eles se unissem após uma briga. Por isso muitos davam seu nome à criança que depois nascia.” (Midrash)

” Aharon ia de tenda em tenda em Israel. Para quem era ignorante, ele ensinava o ”Kriat Shemá” e a oração, e para quem não podia estudar Torá ele a ensinava pessoalmente.” (Tana d’Bei Eliyahu Rabbah).

” Quando Moshe falava, Aharon dobrava a orelha para ouvir com temor as Escrituras e considerar como se as tivesse ouvido diretamente do Santo, Bendito seja Ele.” (Mechilta Bo 3).

” Três bons líderes surgiram para Israel ainda no Egito: Moisés, Aharon e Miriam.” (Ta’anit 9a).

” Havia setenta pequenos tribunais sobre os quais foi nomeado Aharon.” (Zohar 03:20-1).

” O mérito de Moisés e Aharon foi suficiente para redimir Israel do Egito.”(Shemot Rabá 15:03).

” Quando Aharon seguiu o seu caminho e uma pessoa má o encontrou ele, Aharon o cumprimentou. No dia seguinte, o homem queria cometer um pecado, mas pensou: ‘Ai de mim! Como depois vou olhar para Aharon? Estou envergonhado diante dele, pois ele me cumprimentou!” (Avot d ‘Rabi Natan 12:3).

” Nem todos são respondidos quando caem em seus rostos em oração, e nem todos quando rasgam suas vestes. Moshe e Aharon foram respondidos quando caíram sobre seus rostos, como está escrito, ‘Moshe e Aharon caíram sobre os seus rostos’ (Números 14:05), enquanto Yehoshua e Caleb foram respondidos quando rasgaram as suas vestes.” (Ta’anit 14b).

” Quando os dois filhos- Nadav e Avihu, morreram, Moshe disse a Aharon: ‘Meu irmão, seus filhos só morreram para santificar o Nome do Santo, Bendito é Ele…Aharon aceitou tudo em silêncio e foi recompensado…” ( Tratado Zevachim 115B)

Em um ano ( no 40º ano do Povo de Israel no deserto), três Tzadikim morreram: Moshe, Aharon e Miriam.

” Três presentes preciosos que tinham sido dados á Israel pelo mérito deles foram cancelados: o Maná – pelo mérito de Moshe, a coluna de nuvem – pelo mérito de Aharon, e poço ambulante –  pelo mérito de Miriam. Todos eles foram retirados no mesmo mês.” (Sifri Devarim 305).

 

SOBRE A ALMA DE AHARON HACOHEN:

 

aharonARIZAL nos diz que Aharon HaKohen, foi Haran – irmão de Avraham Avinu,  em sua vida anterior. HARAN (mesmas letras que Aharon, sem a ”Álef”) teve que corrigir um erro pela adoração de ídolos cometido por ADAM, mas ele falhou.

Como Aharon ele também deveria ter sacrificado sua vida, como seu sobrinho Chur ben Miriam fez ( Chur foi o primeiro judeu a ser martirizado pela Santificação do Nome Divino), a fim de impedir o pecado do “Bezerro de Ouro” , a fim de fazer uma correção da alma de Haran sobre a adoração de ídolos. Equivocadamente, ele (Aharon) pensou que a morte de Chur causou isso. (Shaar Haguilgulim p. 95, 114)

Apesar de todas as suas intenções haviam sido puras, tentando apenas adiar o ”Erev Rav” (Multidão Mista de  não judeus que também deixaram o Egito) e ter tempo suficiente para que Moshe  voltasse para o acampamento e restaurar a ordem, ainda, que não tinha sido a mão que tenha trabalhado o ouro. Aharon foi punido pelo seu erro, a perder todos os seus quatro filhos. Moshe rezou por ele e conseguiu salvar dois deles.

Aharon mais tarde foi reencarnado como Yaabetz HaShofet (outro nome para Otniel ben Quenaz), voltou novamente como Tula ben Puah HaShofet, e reencarnou novamente em Shmuel HaNavie (Samuel, o Profeta), reencarnando novamente em Aviyá filho do rei Yerovam, reencarnado novamente em Uriá HaKohen (que foi morto pelo Rei Yehoyakim , e assim foi perdoado pelo Bezerro de Ouro), mas reencarnou novamente em Zacarias HaNavi. (Shaar HaGilgulim, Hakdama 33)

”A esposa de Aharon, Elisheva, Posteriormente foi reencarnada como Batsheva, a alma gêmea do rei Davi.” (Kitvei HaAri – Shaar HaPsukim, Shmuel II)

 

AHARON É INFORMADO DE SUA ELEVAÇÃO AO CRIADOR:

 

” No ano 2488 da Criação, no dia 1º de Elul,  o Santo Bendito é Ele, disse a Moshe: ‘ Me faça um favor, diga a Aharon sobre a morte dele, pois eu não quero lhe entristecer com isso.’ O que Moshe fez? Acordou no fim da madrugada, foi para a reza matutina e docilmente chamou o irmão Aharon. Aharon lhe disse: ‘Porque se levantou ainda muito cedo que de costume? Moshe respondeu:’ Tenho uma dúvida numa passagem da Torá e fiquei a noite toda acordado tentando entendê-la, daí  vim logo ao fim da madrugada para revisá-la contigo.’

Aharon perguntou: ‘Mas o que lhe incomoda meu irmão?’ Moshe disse que não sabia ao certo, mas que a dúvida estava no livro de Bereshit ( Gênesis).

Então os dois foram logo para a Yeshivá e pegaram o livro de Bereshit e do início começaram ler… quando chegaram na criação de Adam, Moshe perguntou ao irmão: ‘ Qual sua opinião sobre Adam, que trouxe a morte ao mundo? Afinal ele condenou toda humanidade a esse fim?’

Aharon ainda não estava consciente de que a insinuação era na verdade para ele, ao que respondeu: ‘Oras, esse foi o decreto do Criador. Todo homem está destinado a morrer.’

Moshe ainda disse:’ Você meu irmão, barrou o Anjo da Morte com teu incensário durante a praga, mas não percebe que todos nós precisamos morrer?’ ‘Você aceita sua morte irmão?’ Aharon  tranquilamente diz: ‘Sim’.

Moshe diz ao seu irmão que ele o acompanhe ao cume do Monte Hor ( ao leste do Rio Jordão), junto com seu filho Elazar. O povo inteiro ouviu falar que eles estavam indo ao cume do monte e fizeram uma grande procissão, Aharon se despediu de cada homem, mulher e criança de modo muito mais amável. Todos ficaram desolados e ao mesmo tempo confortados pelo Tzadik sagrado.

Quando os três chegaram ao cume do Monte Hor, abriu-se uma caverna pequena. Moshe falou: ‘devemos entrar aqui, mas caso haja algo impuro, melhor você Aharon, tirar suas vestes sacerdotais e deixa-las com seu filho Elazar.’

Assim, Moshe trocou as vestes Sacerdotais de seu irmão Aharon por outra vestimenta Real, deixando com o sobrinho Elazar as vestimentas Sacerdotais.

Dentro da caverna estava arrumada por anjos uma cama de ouro e uma pequena mesinha  com uma Menorá acesa, anjos decoravam o local e sobrevoavam acima deles. Vendo tudo isto, Aharon depois de se despedir de seu amado irmão, deitou-se na cama enquanto Moshe estendia sobre ele uma grande mortalha de linho com fios de ouro, esperando a saída da alma de seu irmão.

Subitamente a caverna se encheu da Nuvem Divina e envolveu logo a cama. Aharon estendeu suas mãos ao Alto e fechou os olhos. Moshe contemplava a face dócil e feliz de seu irmão.

Moshe ainda perguntou para Aharon: ‘O que sente meu irmão?’ Aharon responde: ‘Sinto uma felicidade tão grande, que nunca senti na vida inteira.’Moshe responde:’ feliz é você meu irmão, pudera eu também morrer assim.’

Neste exato momento, o próprio Criador beijou o rosto de Aharon, retirando sua alma santa e pura. Assim que a alma de Aharon foi elevada da caverna, Moshe retirou-se dela e logo ela fechou-se.

Elazar, que esperava os dois do lado de fora, estranhou porque o tio voltou só, logo pergunta onde estava seu pai. Moshe explica que seu pai subiu ao Criador levado por um exército de anjos. Elazar aceita com amor seu cargo, de ”Cohen Gadol”, sendo ali mesmo vestido pelo seu tio Moshe com os paramentos Sacerdotais e voltam ao acampamento para a semana de luto pelo passamento de Aharon Hacohen.

AharonHakohen1
Interior da antiga Sinagoga, hoje Mesquita desativada, onde há o cenotáfio que marca a antiga entrada da caverna do Monte Hor, Jordânia.

Quando voltam ao acampamento, relatam tudo ao povo, que não acredita que seu amado Aharon deixou este mundo, logo todos têm uma visão do alto da montanha: contemplam a alma sagrada de Aharon sendo levada na cama dourada por exércitos de anjos enlutados para junto do Criador. Ali eles acreditam no relato de Elazar e Moshe e fazem luto por 30 dias.” ( Yalkut Shimoni, porção Chukat 764)

” Haviam seis pessoas sobre as quais o Anjo da Morte não teve força:

Avraham, Itzchak, Yaakov, Moshe, Aharon e Miriam.

Sete pessoas os vermes da terra não tocaram num fio de cabelo sequer:

Avraham, Itzchak, Yaakov, Moshe, Aharon, Miriam e Biniamin Ben Yaakov.” (Tratado Baba Batra 17A)

” Aharon Hacohen será um dos primeiros ressuscitados por Mashiach logo ao final da Guerra final de Gog Umagog, para oficiar eternamente no Terceiro Templo Sagrado em Jerusalém. ” ( Yalkut Shimoni)

Que os méritos do sagrado Tzadik Aharon Hacohen ZY”A iluminem e protejam todo Povo de Israel, AMEN!!!

 

http://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2016/08/Aharon-HaCohens-tomb-1024x640.jpghttp://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2016/08/Aharon-HaCohens-tomb-150x150.jpgDiogo Hara ClaroGRANDES SÁBIOSRELIGIÃOAharon,ARIZAL,Cohen,Moshé,TORÁ,TzadikSabe que dia é hoje? 1º de 'Menachem Av'', o mês em que cujo  nono dia ( ''Tishá BeAv''- Nove de Av) ficou marcado com muitas tragédias ao longo da História Judaica, desde a era Bíblica até hoje. Dizem Nossos Sábios no Tratado ''Guitin'' que a causa da Destruição do...Comunidade Judaica Paulistana