Bom… viajamos, chegamos, começamos nossa vida numa terra com costumes diferentes dos nossos e chegou a hora de nos adaptarmos.

Comer o que? Tem tudo aqui?

Claro que sim. Tem praticamente tudo, com algumas pequenas diferenças.

Tem algumas coisas que temos no Brasil e não temos aqui, mas de forma geral, tem tudo e temos coisas bem boas também.

A cozinha israelita é muito diversificada, principalmente devido às muitas influências culturais que a compõem. Profundamente influenciada pelas mistura de diferentes etnias, religiões e culturas, a culinária de Israel tem sua raiz há cerca de 3 mil anos.

Aqui a maioria dos supermercados são kosher. Tem os mercados russos que não são e tem várias opções interessantes para quem não segue a cashrut e  abrem no shabat.

Mas o que é Kosher?

Kosher é aquele que atende aos preceitos religiosos ditou a Torá, como a separação absoluta de leite e carne. Para comer em Israel envolve a comunhão com este padrão e isso é particularmente evidente em pequenos almoços. Por exemplo, quando há uma variedade de queijos, iogurte, peixe, jamais terá uma  fatia de presunto para combinar com o queijo. E claro, nenhuma carne.

Também  podem consumir peixes com escamas e barbatanas. Podem comer apenas a carne de animais que possuem cascos fendidos e ruminam, ou seja, nenhuma carne de porco, coelho, etc. Alguns pássaros são permitidos, outros não, em suma, a regra é extensa e muito densa.

Mas mesmo assim, come-se muito bem.

Aqui é interessante como se comem saladas. O tomate e o pepino são os reis da jogada, assim como berinjela e pimentão. Também as ervas e temperos são bastante consumidos.

Como é comer fora de casa?

Em muitos restaurantes, algumas especialidades, tais como saladas são normalmente servidas em primeiro lugar. Elas geralmente vêm em vários pratos pequenos. Pode ser húmus (purê de grão de bico muito fino), tahine (gergelim), matbucha (tomates, pimentos e alho), salada de berinjela com fígado ou qualquer outro, cenoura temperada, etc…

Muitas delas são servidas com molhos picantes. O mais popular é o skhug com coentro e alho.

Aqui se come muita pita. É o pão que acompanha os pratos ou é servida como lanche, recheada com carne de vitela, cordeiro, falafel (bolinhas feitas com grão de bico). Você pode comer o pão, que acompanha outros pratos ou como um lanche, recheado com vitela , cordeiro ou falafel, bolas de grão de bico fritos.

Quanto aos pratos principais, o peixe é geralmente servido frito ou cozido. Temos os kebab (carne assada num espeto), grelhados de carne,  sashlik (cordeiro) ou mesmo o Shawarma de frango ou carne em grande estilo.

Temos o sabich que é um sanduíche na pita, com berinjela, ovo cozido, tehina, húmus, saladas, etc… Uma delícia também!!

Alguns pratos típicos!!!

Baba ganoush: uma pasta feita de berinjela assada ou grelhada , servida com tahine.

Tahine- pasta  feita com sementes de gergelim. Costuma-se regar com azeite e pode-se fazer com vários temperos e limão. Uma delícia para acompanhar vários pratos e saladas.

Shawarma- prato composto por fatias finas de frango, cordeiro ou carne de vaca, assadas num espeto vertical e servidas no prato ou no pão sírio com acompanhamentos.

Burekas- uma espécie de tortinhas com massa folhada e recheadas com queijo, carne ou legumes picados.

download

Falafel- São bolinhos fritos e crocantes por fora, feitos de grão de bico cozido e semi-triturado.

É gostoso comer puro, com tehina ou humus, com saladas, ou em pitta com tudo junto.

Humus- Esse é a bola da vez também. Se consome muito húmus e de vários jeitos. Ele nada mais é que a pasta de grão de bico com tahine. Comem com carne, com azeite simples, saladas ou simplesmente com pão pita.

Laffa: É uma pita de massa fina, redonda e grande … Ótima pra comer quentinha saindo do forno, com humus ou tehina, e com shuarma como mostra na foto.

images (1)

Saladas: Israelenses adoram comer saladas e são muitos as variedades. Qualquer lugar, barzinho ou lanchonete que pararmos para almoçar, vocês verão muitas saladas.

17240_1336653930_4fabb86a7d5fb

Quando pedimos uma pitta com falafel, por exemplo, há lugares que perguntam quais saladas queremos dentro da pitta, e outros deixam como self-service mesmo.

Pita ou pão sírio: é uma variedade de massa fina e crocante, levemente fermentado, com pouco miolo dentro, leve e versátil. Seu truque é cozedura a alta temperatura para a massa inchar e suas paredes se destacarem. Os seus componentes são: farinha de trigo, azeite, fermento, sal e água.

Shakshuka- Enraizado  na cozinha de Israel desde os anos 50, este prato é cozido em molho de tomate picante feita com diferentes especiarias, como pimenta, cominho e páprica ovos. Tunísia é conhecido como Chakchouk .

shak shuka

Mjadra –  Este prato é um companheiro de muitos alimentos como pode ser consumido quente ou frio. Baseado em lentilhas, trigo bulgur ou arroz  e decorado com cebola frita e azeite. Uma variante para substituir as lentilhas marrons, laranjas ou verdes.

Silan – mel de tâmaras. Muito usado puro ou em receitas, com yogurt, granola, carnes, etc… Mais nutritivo que o mel de abelhas. Rico em nutrientes, ferro, potássio e  magnésio. Muito bom para a saúde.

Labneh ou lebanê-Uma variedade de queijo muito cremoso, aparência iogurte-like, feito com leite de ovelha ou de vaca. Não só comido no almoço também figura proeminente no café da manhã.

Sabich – Um sanduíche clássico, mas em uma pita de trigo integral. Entre seus ingredientes incluem a berinjela frita, ovo cozido e salsa, este último amplamente usado em muitos pratos além de decoração. Não vamos esquecer seus molhos: hummus, taxini ou amba.

Amba- Introduzido no país por judeus iraquianos, este baseado em picles de manga, vinagre, sal, mostarda, açafrão e pimenta, é muito popular para ir com falafel, shawarma ou sabor deliciosos sanduíches ou Sabich.

Jraime-Um dos peixes muito populares e bastante consumido feito com um molho  de tomates, alho, azeite e especiarias.

Ptitim- uma massa em forma de bolinhas que todos adoram, principalmente as crianças. Feito de várias formas, israeli couscous salad 7acompanha carnes, saladas, sopas, etc…

Cuzcuz- É um prato a base de trigo. Foi inventado para compensar a escassez de arroz em Israel e é também chamado de Arroz de Ben Gurion, depois de David Ben Gurion, o primeiro-ministro israelense que pediu  a invenção deste prato como um substituto para o arroz.

Kebab -espeto de carne moída de carneiro, vaca ou outra carne. Muito consumido por aqui.

E os doces???

Além dos sorvetes que são bastante consumidos por aqui, temos outros doces.

Halva é um doce turco, mas muito popular em Israel. É uma espécie de doce de massa de sêmola e aparência beje claro.

Ele é vendido em  vários formatos e tem lojas só de halva, onde combinam ele com outros produtos, como o chocolate, frutas secas, etc…

halva

Tem também a baklava, tipo pastel com massa folhada com nozes e mel ou pistache e coberto com calda de açucar.

Aqui se comem muito os “sucariot” que são doces tipo geléia de frutas açucarados.

Finalmente, o café preto com cardamomo ou chá de menta e outros tantos tipos.

E no dia a dia?

Tem de tudo por aqui. Mas os custos são altos. Temos que saber administrar as compras e isso vamos aprendendo com o tempo. Não podemos comparar com outros lugares e sim, nos adaptarmos ao que vivenciamos aqui , proporcionalmente ao que ganhamos.

Os supermercados possuem uma variedade enorme de opções. Claro que no começo, nem tudo sabemos o que significa, mas através das fotos, vamos nos familiarizando.

O que me chamou atenção aqui é que não existem padarias como temos no Brasil. Aqui temos as “mafiot” que são padarias, mas menores e com menos variedades comparadas às brasileiras. São diferentes das nossas, mas também exalam um cheiro maravilhoso de pão, ao passarmos por elas. Eles produzem muitas bolachas de vários tipos, entre pães, bolos e burekas.

Várias vezes comprei coisas erradas. Mas é assim que se aprende,né?

Preços médios em restaurantes em Israel

Atualizado em novembro de 2016.

Produto Novo Shekel () Dólar ($) Euro (€)
cappuccino 12.60 ₪ $ 3,32 € 2,92
Água (33 cl garrafa) 6,90 ₪ $ 1,82 € 1,60
Coca-Cola / Pepsi (garrafa 33cl) 8,80 ₪ $ 2,32 € 2,04
cerveja importada (garrafa 33cl) 25.90 ₪ $ 6,83 € 6,00
cerveja nacional (0,5 litros) 29.00 ₪ $ 7,65 € 6,72
Menu McDonalds, Burger King ou similares 46.60 ₪ $ 12,29 € 10,80
Refeição para dois em um restaurante à la carte (dois pratos e sobremesa) 210.00 ₪ $ 55,37 € 48,67
Refeição em um restaurante barato (menu) 57.00 ₪ $ 15,03 € 13,21

 Os preços médios em supermercados em Israel

Atualizado em novembro de 2016.

produto Novo Shekel () Dólar ($) Euro (€)
Beef (1 kg) (anca ou similar) 67.00 ₪ $ 17,67 € 15,53
Cebola (1kg) 3,30 ₪ $ 0,87 € 0,76
Bananas (1kg) 7,40 ₪ $ 1,95 € 1,71
Tomates (1 kg) 5,50 ₪ $ 1,45 € 1,27
Arroz (1kg) 8,20 ₪ $ 2,16 € 1,90
Alface (1 unidade) 5,40 ₪ $ 1,42 € 1,25
Batatas (1 kg) 4.10 ₪ $ 1,08 € 0,95
Laranjas (1 kg) 5,70 ₪ $ 1,50 € 1,32
Maçãs (1 kg) 9,00 ₪ $ 2,37 € 2,09
peitos de frango (1 kg) 32.90 ₪ $ 8,67 € 7,62
cerveja importada (33 cl) 12.10 ₪ $ 3,19 € 2,80
cerveja nacional (0,5 litros) 9,20 ₪ $ 2,43 € 2,13
Garrafa de Vinho (qualidade média) 41.40 ₪ $ 10,92 € 9,59
Água (1,5 litros) 4,30 ₪ $ 1,13 € 1,00
Queijo fresco (1 kg) 46.10 ₪ $ 12,16 € 10,68
Uma dúzia de ovos 13.00 ₪ $ 3,43 € 3,01
Um quilo de pão (1 kg) 6,60 ₪ $ 1,74 € 1,53
Leite (1 litro) 6,00 ₪ $ 1,58 € 1,39

                       Enfim, come-se muito bem.

Claro que temos que nos adaptar, mas nada que exija grandes sacrifícios.

Até já!!!!

 

http://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2016/11/Tel-Aviv-Spice.jpghttp://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2016/11/Tel-Aviv-Spice-150x150.jpgSheila BrombergECOS DE ISRAELBom... viajamos, chegamos, começamos nossa vida numa terra com costumes diferentes dos nossos e chegou a hora de nos adaptarmos. Comer o que? Tem tudo aqui? Claro que sim. Tem praticamente tudo, com algumas pequenas diferenças. Tem algumas coisas que temos no Brasil e não temos aqui, mas de forma geral, tem...Comunidade Judaica Paulistana