A importância das cores na arquitetura de interiores e sua influência em nossas vidas são evidentes. As cores não são só elementos decorativos. As cores são sobretudo elementos arquitetônicos

Obviamente, as cores são fenômenos ópticos e dependem da luz para existirem. Portanto, a luz é o elemento primordial nesta relação, cujo resultado final é conhecido como a cor.

Acreditamos que a cor é um dos fatores determinantes da forma como nos relacionamos com o ambiente, o que nos transmite….

Nossa sensibilidade reage às cores de várias maneiras. São reações subjetivas e nossa sub-consciência percebe mínimos detalhes que as vezes passam desapercebidos pelo consciente. Cores quentes nos deixam alegres, passam energia, força, enquanto as cores frias acalmam e relaxam. Pessoas alegres e extrovertidas preferem usar cores quentes e claras e por isso buscam decorar a própria residência ou local de trabalho com as cores que se identificam. Pessoas tímidas e introspectivas buscam as cores frias e escuras.
Assim como na pintura, as cores podem ser utilizadas na arquitetura para enriquecer nossas experiências sensoriais e emotivas

Cores na Arquitetura 2Quando utilizado em excesso, o vermelho pode provocar excitação e nervosismo. Quando utilizado de modo equilibrado, confere ao ambiente calor e elegância.

A cor amarela é muito utilizada para estimular a comunicação e as atividades mentais, como o raciocínio. Portanto, em ambientes sociais como as salas de estar, por exemplo, o uso do amarelo pode contribuir para a experiência sensorial e emotiva vivenciada entre amigos e familiars

Além da visão, a cor amarela também estimula sentidos como a audição. É a cor do sol. Portanto, é a cor que traz brilho e vida aos ambientes.

O verde é a cor que menos cansa a vista, porque não incide muita luz, e que acalma o sistema nervoso. Portanto, é a cor recomendada quando se busca o equilíbrio emocional.

 

SIGNIFICADO DAS CORES NA SUA APLICAÇÃO

Vermelho – É quente, vivo, agressivo, sensual, estimula os instintos. Deve ser usado com moderação.

Laranja – Possui a luminosidade do amarelo e excitação do vermelho. Representa prosperidade.

Amarelo – Irradia luz, brilho, calor, vida, alegria, riqueza.

Verde – O verde é calmo, equilibra as emoções. É a cor que menos fadiga a vista, é o equilíbrio entre o calor e o movimento do amarelo e a estática e a frieza do azul.

Branco – É luz, pureza, limpeza, castidade, transmite uma sensação de paz, tranqüilidade de espírito, bem estar. É a presença de todas as cores.

Preto – Está associada à tristeza.

(esses conceitos sempre devem ser aplicados caso a caso, juntamente com os outros fatores que são determinantes para o bom resultado do projeto)

http://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2016/07/cores.jpghttp://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2016/07/cores-150x150.jpgKarina KornARQUITETURA DE INTERIORESARTE E ARQUITETURAarquitetura,arquitetura de interiores,cores,interioresA importância das cores na arquitetura de interiores e sua influência em nossas vidas são evidentes. As cores não são só elementos decorativos. As cores são sobretudo elementos arquitetônicos Obviamente, as cores são fenômenos ópticos e dependem da luz para existirem. Portanto, a luz é o elemento primordial nesta relação,...Comunidade Judaica Paulistana