Sevilla – Capital Andaluza do Sefarad

Capital econômica e cultural da Andalucía, a grande província do Sul de Espanha, que junto com Córdoba e Granada, formam o chamado triângulo de ouro. Presente na história há mais de um Milênio como metrópole, foi ocupada e habitada por grandes potencias culturais ou militares da época, mas especialmente marcada por três períodos: Judaico, Árabe e Cristão. Berços das Artes, Comércio e Cultura, marcou a fogo sua presença na consolidação da Espanha como Potencia Continental e Imperial. A Expo-Sevilla 1992 (World Expo) mostrou ao Mundo, não só Sevilha como também Barcelona, nos jogos Olímpicos de 1.992 e a Nova Espanha á partir da Democracia plena e de sua entrada no Mercado Comum Europeu.

O Bairro Judeu de Sevilha incluía os atuais bairros de Santa Cruz, Santa Maria La Blanca e São Bartolomeu, que foi separada do resto da Cidade através de um Muro Histórico.

No princípio, o Conde Ibarra, uniu a Plaza das Mercearias até o muro externo da Cidade. É unanimidade entre os historiadores reconhecer que os Judeus e os Antigos Israelitas, tiveram aqui concentradas suas Bases de Relações Comerciais estabelecidas com as primeiras Tribos até os reinos organizados posteriores. Já desde aquela época, Navios e Comerciantes Hebreus Começaram a chegar à Tarsis, conhecida também como Tartessos ou Guadalquivir.

E Possível que a Comunidade judaica de Sevilha seja o local mais antigo habitado pelos Judeus na península Ibérica.

Ainda Sevilla possui uma peculiaridade histórica muito singular:  A atual ESPANHA, segundo muitos, provem de Hispalis (antiga Sevilha ), que foi de fato o Lugar chave da Península, e posteriormente Scipio transformou isso na sua capital social . Os judeus devem ter se sentido atraídos pela Cidade que deu seu nome a toda a Hispânia.

Durante o período visigótico Sevilha assumiu que os Judeus tiveram uma considerável Influência. O Porquê.? Foram os registros de informações do Comércio e a Indústria, e a prosperidade proveniente da Riqueza produzida pela sua População. Além disso, Sevilha foi a cidade mais populosa da Espanha, capital intelectual, centro do Catolicismo, a Inspiração dos Conselhos de Toledo e Centro Político da capital de Teudis Atanagildo .

Não perca o Show de Flamenco não Tablao Palacio Andaluz: Sevilla à Noite com os Monumentos iluminados e os Shows de  Flamenco e espetáculos ao Ar Livre, Você se sente num enorme e gigantesco TEATRO. Poderá saborear deliciosos pratos Regionais e Mediterrâneos, até a Alta Culinária Europeia, tem formidáveis Adegas para degustar os maravilhosos vinhos espanhóis, mas também requintados espaços de Someliers particulares. Existem também ótimas opções de Culinária Judaica e Kosher.

A cidade velha de Sevilha é o maior Complexo Arquitetônico Medieval da Espanha e um dos três maiores da Europa. Seus locais cênicos e culturais a tornam uma cidade fantástica para receber o turismo nacional e internacional.

Entre os seus monumentos mais representativos são: a Juderia, Catedral Central, incluindo a Giralda, o Alcázar, o Espaço da Expo ’92, o Arquivo das Índias e a Torre del Oro , os três primeiros a serem declarados Património Mundial pela Unesco, conjuntamente em 1987  foi incluído o Bairro de Santa Cruz. Este é o bairro histórico da cidade, cheio de reminiscências árabes e judaicas . Suas ruas estreitas e sinuosas, lembram seu período de glamour e poder. A maioria das suas construções  mantém essa herança que ajuda a atualizar a exibir em conjunto; edifícios, jardins, plantas, flores e um pouco de água. Nesta área há legados históricos como a Catedral (construída em um templo visigótico) e da Giralda, além do Pátio de los Naranjos (herdado da mesquita árabe que foi localizada no mesmo lugar).

É um labirinto de ruas estreitas e becos como os antigos bairros judeus, para poder escapar do escaldante sol de verão sevilhano , criando correntes de ar fresco, que terminam em lugares que parecem distantes centro da cidade, são as famosas Plazas de los Veneráveis, cheias de bares, lanchonetes e esplanadas , leva o nome de Venerável devido a que nessas praças populares surgiram os rumores populares, formadores de opinião na época, onde s , esta praça pode ter nascido Don Juan Tenório , ou que nomeia o bairro de Santa Cruz Plaza tem uma cruz no centro serralheiro século XVII, construído sobre a antiga moura freguesia de Santa Cruz, a Plaza de las Cruces , pequenas e com três colunas terminou em cruzamentos , a Plaza de Doña Elvira , com os seus azulejos elegantes e com tijolos e telhas laranjas, usado anteriormente como Corral de la Comédia (Teatro Popular). É Nesta praça que segundo registros históricos, que nasceu o amor impossível, Don Juan Tenorio, o mítico Doña Inés de Ulloa, ao menos é o que ele diz em uma das peças que estão na famosa Plaza de Alfaro. Recomendamos conhecer a Praça Aliança, anteriormente conhecida Plaza del Pozo Seco, as fronteiras da parede, e o seu beco de Água, paralelo às paredes, e se direciona transportar água para o Alcazar, local onde e também se hospedou o famoso escritor Washington Irving, como lembra uma placa feita por Mariano Benlliure. Na saída do histórico beco nos depararemos com os Jardins de Murillo, outro lugar encantador, em Sevilha. Outra saída do distrito é o beco dos Judeus, no centro da Juderia o que nos coloca no final das bielas das grandes bandeiras do pátio e é formado pelo conjunto arquitetônico em torno do Palácio Real e de seus muros.

A hotelaria de Sevilla não é muito económica, mas em contrapartida, oferece Hotéis muito completos e confortáveis, centralmente localizados, para quem gosta de caminhar e estar perto das atrações turísticas, culturais e gastronômicas. Para os mais exigentes, existem Excelentes Hotéis Boutiques e Maravilhosos Resorts Clube, inclusive com dois fantásticos Campos de Golfe.

(*) Nossa dica padrão.! Sempre Consulte um Agente de Viagens Profissional e de Confiança, pois ele poderá lhe proporcionar informações completas e tem condições de Organizar uma Viagem com Excelência e Ótimo Custo Benefício. Aspecto técnicos como documentação, detalhes de Conforto e mazelas acerca de parcelamento e financiamento com cartões de crédito e Regulamentação de reservas internacionais, são muito peculiares de um pais para outro. Lembre, o Barato pode custar Muito Caro, e no Vale a Pena.!

 

Alberto Avner Valdez

http://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2016/08/Sevilla-Alcázares-1024x592.jpghttp://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2016/08/Sevilla-Alcázares-150x150.jpgAlberto Avner ValdezTurismoTURISMO JUDAICOVIAGENS JUDAICASAndalucia,Andalusia,Andaluzia,España,Espanha,viagens judaicas,viagens kasherSevilla – Capital Andaluza do Sefarad Capital econômica e cultural da Andalucía, a grande província do Sul de Espanha, que junto com Córdoba e Granada, formam o chamado triângulo de ouro. Presente na história há mais de um Milênio como metrópole, foi ocupada e habitada por grandes potencias culturais ou...Comunidade Judaica Paulistana