A transição mais importante na vida de um judeu, além do casamento, é seu Bar-Mitzvá. O dia do Bar-Mitzvá, data hebraica do 13º aniversário do jovem, é o momento no qual ele se torna um emissário de D’us, comprometido com o cumprimento dos Mandamentos Divinos, as mitzvot (Mishná – Avot, 5.21). A palavra mitzvá possui mais um significado, além do termo mandamento – “conexão”. Tal sentido implica que no dia de seu Bar-Mitzvá é estabelecida uma verdadeira conexão entre o jovem judeu e o Todo-Poderoso.

O número 13 é numericamente equivalente à palavra “echad”, cuja tradução é “um”. Esta unidade é demonstrada pelo fato de que após o seu Bar-Mitzvá o menino já pode ser contado como um membro do minián, o quorum mínimo de dez homens necessário para a realização das orações em grupo.

Como vimos, o dia do Bar-Mitzvá marca uma mudança na maneira de aprender e colocar em prática os mandamentos. Como recompensa divina por seu cumprimento, o jovem é abençoado com novas forças físicas e espirituais. Nessa data, ele recebe um novo mazal, uma nova força espiritual que, quando corretamente canalizada, lhe trará grandes bênçãos e lhe permitirá realizar grandes atos.

Alguns jovens “acordam” diferentes na manhã de seu Bar-Mitzvá. Olham-se no espelho, à procura de algum sinal novo de barba em seu rosto imberbe ou alguma outra mudança em sua fisiologia. É possível que leve mais alguns meses para que haja alguma mudança visível. O que ocorre é mais sutil, é um outro tipo de maturidade. Pois, segundo nossos textos místicos, é a partir do Bar-Mitzvá que um jovem passa a se deparar com um lado mais profundo de sua personalidade, até então desconhecido.

Após o Bar e Bat-Mitzvá, os jovens entram na adolescência, a época dos conflitos. Mas, também, é quando, os jovens vão tendo percepção de outras realidades – a voz da alma começa a se manifestar enquanto desponta diante deles o mundo espiritual.

É quando se inicia a busca por um significado maior na vida e por uma conexão entre os seus diversos aspectos. É quando o jovem se defronta com a sua própria personalidade em uma dimensão sobre a qual jamais pensara. É justamente essa percepção que faz do jovem um ser “adulto” responsável e capaz de conviver harmoniosamente em um mundo complexo e conflitante, cumprindo sua missão de acordo com o pacto assumido por nosso povo com D’us.

É importante ressaltar que, aos 13 anos de idade, um jovem se torna Bar-Mitzvá ainda que não seja celebrada a cerimônia. A razão para tal é que todo judeu, nessa idade, se torna “filho da mitzvá” – isto é, responsabiliza-se pelo cumprimento da Lei Judaica. A cerimônia tem grande valor espiritual, mas ela por si só não define a maioridade religiosa. Muitos judeus que não tiveram a oportunidade de celebrar o Bar-Mitzvá aos 13 anos de idade – ou, no caso das meninas, seu Bat-Mitzvá, aos 12 – fizeram-no mais tarde, em fase posterior de sua vida. Como um exemplo de que o vínculo de um judeu com D’us e Seus Mandamentos é eterno, o famoso ator judeu Kirk Douglas celebrou seu Bar-Mitzvá pela segunda vez, aos 83 anos de idade, como uma demonstração de seu retorno à prática do judaísmo.

Bibliografia

  • The Encyclopedia of Judaism, Geoffrey Wigoder
  • Entering Adulthood – the Bar and Bat-Mitzvah, Aron Moss
  • The Significance of a Bar-Mitzvah, Rabbi Nissan Dovid Dubov
  • A Treasury of Sephardic Laws and Customs, Rabbi Herbert C. Dobrinsky

 

thaisOlá! Sou a Thais Soltanovitch Druker, apaixonada por filosofia e temáticas relacionadas à alma humana, formada em Relações Publicas, especialista em redes sociais, trabalhou em diversas instituições judaicas. Atualmente Diretora de Conteúdo do Portal Judaico.

Conheça mais de mim acessando meus canais:
Facebook : Mídias Sociais
Whatsapp: 11 96969-1818 : Fones

http://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2016/07/a7614ff5218829ed2eafc0d7f7407570-1024x683.jpghttp://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2016/07/a7614ff5218829ed2eafc0d7f7407570-150x150.jpgThais DrukerHISTÓRIA JUDAICAbar mitzvah,mitzvahA transição mais importante na vida de um judeu, além do casamento, é seu Bar-Mitzvá. O dia do Bar-Mitzvá, data hebraica do 13º aniversário do jovem, é o momento no qual ele se torna um emissário de D'us, comprometido com o cumprimento dos Mandamentos Divinos, as mitzvot (Mishná -...Comunidade Judaica Paulistana