perdendo-a-fe

Eu fiquei surpreso – e meus amigos ainda mais – quando lhes disse que estou perdendo a fé. Não posso dizer que foi um alvoroço, mas foi um choque para todos nós.

Vi no dicionário que fé significa convicção, confiança, insuspeição, crença. Tudo o que eu estou perdendo. E fico bastante triste de confessar-lhes, mas acho melhor dizer a verdade do que esconder meus sentimentos.

Minha fé vai sendo substituida exatamente pelos antônimos desta palavra: ceticismo, descrença, desconfiança, incredulidade, suspeição. São estes os sentimentos que vão me invadindo, se apoderando de mim, me dominando sem que eu consiga lutar contra eles. Emocionalmente, eu não quero perder a fé. Racionalmente, eu não consigo mantê-la!

Meu vizinho Herschale, um homem piedoso e profundamente religioso, ficou bastante preocupado e veio a minha casa.

-” Como você pode duvidar da grandeza de D-us? Como você pode se afastar desta corrente milenar que manteve nosso povo unido, coeso, esperançoso e integro durante mais de dois mil anos – disperso pelo mundo, falando muitas linguas diferentes entre si, cada qual comendo comidas que o outro jamais conheceu porém orando igual, respeitando o mesmo D-us? Eu estou muito surpreso com você e quero te ajudar a recuperar sua fé”.

– “Herschale, disse eu, você não entende o que está passando em minha cabe…” – mas não consegui terminar minha frase. Herschale interrompeu docemente mas resoluto.

– “Talvez seja algum acontecimento que te entristeceu. Alguém fez algo que te magoou ou que te enraiveceu. Mas por favor, não confunda Judeus com Judaísmo”.

Foi neste momento que eu entendi o que se passava. Herschale pensava que eu perdi a fé em D-us e no povo. E eu estava perdendo minha fé em outra dimensão, totalmente diferente! Eu estava perdendo a fé nos homens, nos poderosos, nos legisladores, nos governantes. A fé em D-us segue inabalável.

– “Herschale, que bom que eu possa te esclarecer”- disse eu – “não esta a fé que estou perdendo”. E expliquei:

Eu venho do Brasil, uma terra abençoada por um clima único, um solo onde tudo frutifica, um povo simpático, amigo, solícito, cativante. No entanto este povo – eu inclusive – foi traído. Políticos venais, legisladores parciais, policiais corruptos, governantes mentirosos, juízes iníquos, autoridades perversas tomaram o país em suas mãos. Não passam de algumas dezenas de milhares num país de centenas de milhões – mas dominam e espalham suas maldades.

O destino me trouxe a Israel. E eis que me deparo com prefeitos presos por corrupção, policiais expulsos por abuso, juiza que se comunica por SMS com advogado antes do julgamento, um governante sendo investigado. Ou seja, um país pequeno mas com os mesmos problemas, embora em dimensão menor.

– “Herschale, a fé que está se esvaindo é a fé no sistema. A democracia, da forma como está sendo usada, vai contra o povo e não a seu favor. O dicionário diz que democracia é um sistema onde o povo exerce a soberania – mas nada é mais mentiroso. O povo, querido Herschale, é traído a cada eleição, a cada nomeação, a cada promoção dos poderosos. Temos de mudar a palavra Democracia para Isquirocracia. Demo é povo em Grego. Kratos é poder. Portanto democracia é Poder do Povo, uma imensa mentira. Isquirocracia é o regime em que vivemos. Isquirós, no mesmo Grego, é Poderoso. Vivemos sob o Poder dos Poderosos.

Herschale saiu muito alegre e muito triste. Alegre por saber que minha fé no Ser Supremo segue inabalável. Mas triste porque, ao fim da conversa, também perdeu sua fé…

http://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2018/03/perdendo-a-fe.jpghttp://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2018/03/perdendo-a-fe-150x150.jpgMarcos SusskindCRÔNICAS DO COTIDIANOEu fiquei surpreso – e meus amigos ainda mais – quando lhes disse que estou perdendo a fé. Não posso dizer que foi um alvoroço, mas foi um choque para todos nós. Vi no dicionário que fé significa convicção, confiança, insuspeição, crença. Tudo o que eu estou perdendo. E fico...Comunidade Judaica Paulistana