Dando continuidade aos relatos sobre os milagres do Rabi Israel Abuchatzirá, o ”Baba Sali” ZTZK”L, cuja biografia simplificada já relatamos aqui num post anterior ( para ler, basta clicar http://portaljudaico.com.br/rabi-israel-abuchatzira-o-baba-sali/),
vamos hoje contar apenas dois dos milagres que eram corriqueiros e presenciados por milhares de pessoas que iam ver Nosso Santo Rabi:

Como vimos no post anterior, Nosso Santo Mestre vem de uma longa linhagem de Tzadikim que partiram da cidade de Jobar, subúrbio de Damasco, Síria, para fixar residência no interior do Marrocos, na cidade de Tafilalet. As histórias dos Santos antepassados de Nosso Mestre são milhares, mas vamos só passar agora algumas ocorridas com o próprio Rabi BABA SALI, que seus méritos nos protejam!”Não se preocupe!”

Desde quando Nosso Mestre deixou de vez o Marrocos para fixar residência na Terra Sagrada, ele escolheu a cidade de Netivot, onde havia muitos judeus marroquinos, de lá ele emanava bênçãos aos milhares de peregrinos que iam até sua casa ouvir suas palavras e preces, um dos casos famosos é esse:
” Uma sexta-feira pela manhã o secretário de Nosso Mestre foi chamado com urgências ao hospital de Beer Sheva. Três médicos estavam de acordo que o aborto era a única solução para salvar a vida de uma mulher que sofria de uma forte hemorragia no terceiro mês de gestação. Alguém recorreu à Baba Sali para pedir-lhe que expressasse seu veredito. O Nosso Mestre nessa hora, estava muito ocupado com duas outras pessoas em sua sala de estudos e não era oportuno interrompe-lo. Seu secretário Rabi Eliahu conta: ” Aproveitei a primeira pausa para expor ao Tzadik o caso.” Depois de escutar o caso, ele disse que não deveria ser realizado nenhum aborto! Benzeu uma garrafa de água e entregou-a ao marido da paciente, que a fez beber um tanto e outro tanto a fez passar sobre a barriga. Depois pediu que se fizessem novos exames. Um dos médicos disse que era inútil novos exames e que a perda de tempo era perigosa para a mulher num momento tão drástico. Porém ante a insistência do marido e pedidos da própria paciente, terminaram por ceder… quão grande foi o espanto dos médicos, ao comprovar uma mudança total nos resultados em minutos!!! Um deles exclamou:”Incrível!” O marido, conta que chorava de emoção e começou à recitar Tehilim  ( Salmos ) para agradecer ao Todo Poderoso! Depois de apenas 3 dias, a mulher saiu do hospital totalmente restabelecida, durante a festa de Pessach o marido voltou à casa de Nosso Mestre e comunicou-lhe que a saúde de sua mulher o preocupava de novo, ao que o Santo Rabi falou:”Não se preocupe, é uma menina! ” De fato ela logo depois de Pessach veio à ter uma filha nas melhores condições!!!

 

” Shabat! Fonte das bênçãos materiais.”

A Clarividência de Nosso Mestre era notória, todos que iam nele ficavam assustados em ver que Rabi sabia o mais profundo de suas almas, encarnações, os pecados cometidos e os méritos também. Certa vez chegou da França uma caravana de judeus ricos e abastados para pedirem bênção ao Rabi e ofertar doações para as obras de caridade e estudos dos alunos do Nosso Mestre.

O secretário de Nosso Mestre conta: ” Assim que eles chegaram, relatei ao Tzadik a chegada deles e o motivo de virem de tão longe, ao que Nosso mestre logo recusou em recebe-los. fiquei muito espantado, pois não era costume do Tzadik rejeitar ninguém, sai e comuniquei a resposta do Rabi, eles insistiram tanto que voltei ao quarto do Tzadik e recebi a mesma negativa.

Esses judeus ficaram tão aborrecidos e irados e logo foram queixar-se ao Governador do distrito de Tafilalet, apresentaram-se à ele como ricos empresários franceses, relacionados com o Rei de Marrocos. O governador escutou à todos e logo disse: ” Não serei eu quem dirá ao Vosso Rebi o que ele deve fazer!”

Quando soube da partida deles de volta à França, o Tzadik me disse: ”Quer saber porque não os recebi? Queriam que eu os abençoasse e como retorno me entregariam uma grande quantia de dinheiro que haviam trazido. Sem dúvida eu não quero o dinheiro deles, pois sei sua origem:esse dinheiro não é casher!”

Finalmente aqueles judeus voltaram ao Marrocos, para pedirem desculpas ao Tzadik. Entrei no quarto privados do Rabi para anunciar a nova visita deles.

 

Então ele me perguntou sorrindo:” O que acha, devemos deixar eles entrarem ?” Eu não sabia o que responder, mas eu disse que parecia difícil eles voltarem á França sem serem recebidos pelo Tzadik. Nosso Mestre aceitou minha resposta e permitiu que deixassem eles entrarem. Eram por volta de quinze pessoas, Nosso Mestre os convidou à sentar e acomodar-se, depois deu-lhes bênção.
 Então tiraram uma enorme quantia de dinheiro e puseram na mesa. Nosso Mestre na hora disse: ”Não quero este dinheiro, pois provém de transgressão do Shabat!”.
Os visitantes ficaram atônitos e gélidos de vergonha e temor! Aos prantos e soluços reconheceram que tinham uma rede de Cafeteria que permanecia aberta no Shabat! Nosso Mestre lhes assegurou que se de fato se arrependessem e prometessem á fechar todos os negócios nos Sábados e Yom Tov , daria  bênção para que tivessem êxito. Todos eles ficaram emocionados pela Santidade de Nosso Rabi, logo prometeram à obedece-lo.
Então o Tzadik pegou a maior quantia e devolveu como ”dinheiro abençoado” e o  pouco restante depositou na caixa de fundos dos necessitados. Eles voltaram e tiveram êxito em tudo e todos se tornaram fervorosos Shomrei Shabat Ve cashrut ( observantes do Shabat e do Kasher) e seguidores do Nosso Mestre!
Rabi Avraham Sabag continua: ”Para Nosso Mestre não houve nenhum dia em que não ocorresse milagres!”
História relatada na obra ”Gran Admur Baba Sali” do Rab. Yazdi, Buenos Aires-Argentina.
Depois continuaremos falando um pouco deste Grande Sábio Tzadik que nos ilumina até hoje!

 

http://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2016/07/babasali.jpghttp://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2016/07/babasali-150x150.jpgDiogo Hara ClaroGRANDES SÁBIOSBaba Sali,Milagres,Rabi,Shabat,TzadikDando continuidade aos relatos sobre os milagres do Rabi Israel Abuchatzirá, o ''Baba Sali'' ZTZK'L, cuja biografia simplificada já relatamos aqui num post anterior ( para ler, basta clicar http://portaljudaico.com.br/rabi-israel-abuchatzira-o-baba-sali/), vamos hoje contar apenas dois dos milagres que eram corriqueiros e presenciados por milhares de pessoas que iam ver Nosso...Comunidade Judaica Paulistana