C4h71NtW8AAPTuu
Alguns cachorros podem ser comparados às fofoqueiras de plantão, aquelas vizinhas de bairro que a gente encontra na rua e vai falando até chegar em casa, no supermercado ou na feira. Esse bate papo costuma ser agradável, até engraçado, mas quando é latido…
O cão que late excessivamente o faz por alguma ou várias razões, entre elas medo, solidão, tédio ou quer apenas chamar a atenção. O Bud é normalmente silencioso, não gosta muito de barulho. Late para fogos de artifício e para cumprimentar alguns amigos. A Nikita, uma Labrador amarela lindona, sempre aparece na janela do apartamento dela quando passamos e dá umas latidas de oi. Ela é uma das melhores amigas do Bud. A dona dela tem que soltá-la sempre que a gente se encontra, porque ela vê o Bud à distância e começa a puxar forte para alcançá-lo. Hoje ele fica mais esperto, fica olhando ela correndo em sua direção. No momento exato que ela bateria nele ele dá um passinho para o lado. Antes ela o derrubava, era engraçado.
Mas voltando aos latidos, o ideal é descobrir a razão de tanto barulho. Algumas raças em especial são barulhentas, como o Schnauzer, mas se o latido for apenas por medo de algum barulho devemos fazer o cão se acostumar com ele. Por exemplo, aspirador de pó, liquidificador, utensílios domésticos que fazem barulho. Quando for ser usado em algum lugar da casa, aproveite o momento para brincar com o cachorro em outro cômodo. Aos poucos vai se aproximando do local com o barulho sempre brincando com o cachorro. Caso ele comece a latir, ignore. Continue a brincadeira, chame para petisco, qualquer coisa que chame a atenção dele. Em hipótese alguma faça carinho quando ele estiver latindo. Sei que essa é a tendência, a vontade de proteger, mas se fizer isso seu cachorro vai entender que é correto latir, pois assim ele ganha carinho.
Os cães latem pro carteiro, entregador, transeunte, até para as folhas levadas pelo vento. Qualquer ser ou coisa que se mova, e a razão é muito simples, a tal coisa ou pessoa se move de verdade. E mais, eles acreditam que aquilo se moveu por causa dele, que latiu e afugentou o abusado que estava lá. Quantos cachorros mansos você conhece que no portão parecem feras? Sim, no portão eles são super heróis, salvadores do seu espaço, e ai de quem ousar invadir aqueles preciosos metros.
Se ele late na porta de sua casa e você quer parar com isso, peça para um amigo visitar, explique a situação e fique conversando com ele pela grade ou portão. Se ele latir dê bronca, ou use uma pistolinha de água para jogar um jatinho bem na fuça dele. Mostre a diferença entre um intruso e uma visita. Se você puder pedir para o jornaleiro, carteiro ou entregador de revistas, ou mesmo algum amigo entrar na sua área, mantenha o cachorro na guia e estimule-o a latir, agora sim, fazendo carinho se ele latir para o sujeito que invadiu seu território.
Alguns cães latem por solidão. Nesse caso o ideal seria deixá-lo em alguma creche canina ou na casa de algum vizinho que tenha um cachorro legal. Eles brincam, passam o dia fazendo companhia um ao outro, e os latidos vão cessar.
Quando eles latem para chamar a atenção é porque conseguem, de alguma maneira alcançar o objetivo. Por exemplo, estamos no telefone, o cachorro late e, a única coisa que podemos fazer é dar um petisco para ele ficar quieto. Em uma aula apenas ele aprendeu a latir para ganhar o petisco. A gente acaba recompensando o latido involuntariamente, dando petisco, fazendo carinho para ele se acalmar, colocando pra dentro de casa ou mesmo brigando com ele. O cachorro prefere tomar uma bela bronca a ser ignorado. Todas essas nossas reações funcionam temporariamente, mas a longo prazo o cachorro aprende que é só latir que o mundo gira ao redor dele, ele ganha petisco, entra em casa, toma bronca. Qual era o objetivo? Ah, chamar a atenção.
Aquela pistolinha de água que falei há três parágrafos é uma arma potente para latidos. Mas tem que ser no momento exato do latido, não adianta ele latir, você procurar a pistolinha, encontrar e atirar. Ela tem que estar sempre à mão. Qualquer borrifador serve, mas tem que ter aquela opção de borrifar como jato, pois se for borrifar e sair aquela nuvem de água, até eu latiria para receber esse vapor na cara. Outra opção é uma latinha com algumas moedas dentro. No momento que ele latir pega a lata e dê uma chacoalhada bem, mas bem forte. Não adianta aquela chacoalhadinha. Tem que ser aquele barulho que o cachorro vai se assustar. Melhor ainda se ele nem perceber que veio de você, achar que foi castigo divino por ele estar fazendo barulho, mas se ele perceber ok, depois de um tempo vai ser só pegar a lata que ele vai ficar quieto. Um “não” bem sonoro e seco também serve às vezes, e se servir faça carinho logo que ele ficar quieto. Em último caso, se o barulho oferecer algum perigo para o animal, como reclamação ou ameaça de vizinho, uma coleira de choque funciona bem. Ela vem com uma regulagem de acordo com o cachorro, é mais um susto que um choque para ele.

https://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2017/04/C4h71NtW8AAPTuu.jpghttps://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2017/04/C4h71NtW8AAPTuu-150x150.jpgSheila NiskiEXPERTSVIDA DE CÃOAlguns cachorros podem ser comparados às fofoqueiras de plantão, aquelas vizinhas de bairro que a gente encontra na rua e vai falando até chegar em casa, no supermercado ou na feira. Esse bate papo costuma ser agradável, até engraçado, mas quando é latido... O cão que late excessivamente o faz...Comunidade Judaica Paulistana