17671158_10154552283217689_2144115891_n

Há alguns anos, em Jerusalém, tive a oportunidade de visitar um senhor de nome Noam Zion. Para mim era um ídolo, o autor de uma hagadá sensacional. O que é Hagadá? Um livro que conta, de modo poético e musical, reflexivo e crítico, religioso e engraçado, trágico e sarcástico o êxodo do povo de Israel do Egito, há mais de 3.400 anos. Um dos textos mais interessantes da liturgia judaica, a Hagadá de Pessach tem sua linha mestra, mas ao longo dos séculos abriu espaço para muita criatividade por parte de seus editores.

Mas este ano o Seder de Pessach, a noite em que nos lares judaicos se contará novamente a libertação dos escravos hebreus da terra dos faraós, será diferente. Neste ano teremos, no Brasil, a Hagadá “Halaila Hazé” (Esta Noite) para tornar o nosso jantar mais significativo e questionador. Quando conheci esta Hagadá em Israel, em 2009, eu pensava em como fazer para ter uma versão em português.

Um dos principais autores desta proeza foi o rabino Adrian Gottfried, da Comunidade Shalom, de São Paulo. Há anos ele batalhava para que tivéssemos este verdadeiro guia contemporâneo em nossas mesas. Depois de muitos anos, a Hagadá de Pessach para o nosso tempo finalmente se tornou realidade, em uma parceria entre Shalom e Congregação Israelita Paulista (CIP).

Ela está mais leve – e barata – do que a israelense. Também mais internacionalizada, com valorosa contribuição brasileira. E a tradução de Lica Tal, como sempre, muito cuidadosa. Houve também muita liberdade de criação no livro que celebra a liberdade. Enfim, estas linhas não traduzem o meu entusiasmo com a nova Hagadá, que servirá de inspiração e reflexão para judeus e não judeus. Em tempos como os nossos, falar de liberdade, com liberdade e pela liberdade é uma mitzvá, uma obrigação.

E mesmo duas semanas antes de Pessach, cujo primeiro seder será na noite de 10 de abril, já estou ansioso. Esta noite será diferente de todas as outras: será uma noite de luz.

https://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2017/03/17671158_10154552283217689_2144115891_n.jpghttps://portaljudaico.com.br/vendoo/uploads/2017/03/17671158_10154552283217689_2144115891_n-150x150.jpgUri LamJUDAÍSMOJUDAÍSMO INCLUSIVOHá alguns anos, em Jerusalém, tive a oportunidade de visitar um senhor de nome Noam Zion. Para mim era um ídolo, o autor de uma hagadá sensacional. O que é Hagadá? Um livro que conta, de modo poético e musical, reflexivo e crítico, religioso e engraçado, trágico e sarcástico...Comunidade Judaica Paulistana